Jiu é Vida

Associe-se / Jiu é Vida
No centro o professor Plínio Tsai (faixa-preta 3o grau), e a instrutora Alba Rodrigues (faixa roxa) com algumas crianças e outros alunos da escola.
No centro o monge prof. Marcos Lopes (faixa preta lisa 1o grau de Judô) que deu algumas aulas de noção espacial e queda para as crianças. Ainda estavam presentes os alunos Yoshihide Takahashi (faixa azul), e Gabriel D ́Ottaviano (faixa azul), dentre outros alunos.
O professor Plinio Tsai com as crianças conversando sobre as regras das artes marciais, ética e moral.
Após os treinos o professor Plínio Tsai cozinha para os alunos. Ele ensina a importância da boa alimentação (verduras, arroz, carnes, frutas) e também todos ajudam os alunos a aprender a comer com o palitinho.
Durante os jantares as crianças podem ver desenho e/ou um filme de artes marciais.
Após o treino alguns voluntários, e alunos da escola Fadda de Jiu Jitsu, contam histórias para os alunos sobre clássicos do kung fu, como a história do Rei Macaco, ou tentam ajudar e supervisionar algumas das crianças na leitura voltada para a moral e bom comportamento no dojô. Normalmente, após a leitura as crianças fazem desenhos sobre as histórias ou sobre o que leram.
Com o auxílio da monja Nirvana França (engenheira química) algumas das crianças estavam estudando o princípio da difusão. Fazendo um experimento que utiliza confeitos coloridos de chocolate.

JIU É VIDA

O Jiu é Vida é um projeto em parceria com a Secretaria Municipal do Esporte e Lazer de Valinhos aprovado em maio de 2019 com uma proposta solicitada pelo edital de 10 meses de vigência.

O objetivo do projeto foi fomentar e permitir acesso à prática esportiva do Jiu- jitsu Brasileiro, com caráter formativo educacional, através de atividades voltadas à crianças e adolescentes em situação de risco social, promovendo dessa forma, a inclusão social, a preservação de valores morais, bem como saúde e desenvolvimento psicomotor, conscientização de princípios sócio-educativos (tais como coeducação, cooperação, emancipação, entre outros), aquisição de valores de direitos e deveres, solidariedade e melhora do condicionamento físico.

O projeto contou com a presença do professor responsável da Equipe Fadda de Valinhos Plinio Tsai faixa preta 3º grau de Jiu reconhecido pela Federação de Jiu Jitsu do Rio de Janeiro, a primeira federação de Jiu fundado pelos Gracie, ao lado a instrutora faixa-roxa de Jiu Alba Rodrigues e os voluntários faixa roxa de Jiu monge Jonathan Richard, Maximiliano Sawaya.

No projeto foram realizadas diversas atividades com as crianças esportivas desenvolvidas através da prática Jiu-jitsu Brasileiro. Também contamos com atividades complementares: exibição de vídeos, apresentação de regras das artes marciais, aulas e/ou atividades sobre saúde e higiene, e temas voltados para a prática esportiva e desenvolvimento humano como apresentado nas fotos exposta nesta página.