Edit Content

Editora

Associação

Tibetanos em Exílio e a Existência de Identidade Cultural – Evento USP

O fundador da Associação Buddha-Dharma e diretor do Instituto Pramāṇa de Valinhos, professor Dr. Plínio Tsai, em parceria com o professor Dr. Carlos de Almeida Toledo, do Departamento de Geografia da USP (Universidade de São Paulo), receberá na próxima segunda-feira, dia 2 de outubro, às 18 horas, o presidente da Administração Central Tibetana em Dharamsala (Índia), o sikyong (em tibetano) Penpa Tsering, em sua visita ao Brasil.

O evento aberto ao público terá como tema “Tibetanos em Exílio e a Existência de Identidade Cultural”, no Anfiteatro Milton Santos, no prédio da Geografia (FFLHC-USP).

Penpa Tsering é o líder do Kashag (Conselho), parte do braço executivo da Administração Central Tibetana, organização política de tibetanos exilados na Índia.

A viagem ao Brasil marca uma série de compromissos de Penpa Tsering para compartilhar em diferentes países a cultura tibetana. De acordo com o Dalai Lama, Tenzin Gyatso, líder religioso do povo tibetano: “a cultura budista tibetana é uma cultura de paz e não-violência. Sua preservação é muito necessária pois é uma tradição de paz, amor e compaixão. Por intermédio da cultura tibetana, podemos contribuir para criação de um mundo mais feliz e pacífico através da paz interior e de uma mente calma.”

 

Prof. Plínio M. Tsai com Jigme Tsering da Tibet House Brasil, representante oficial do XIV Dalai Lama

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na Tibet House Brazil, dia 01 de outubro, o Prof. Plínio, Monja Geovana (Lobsang Sangmo) e Monja Fernanda (Lobsang Kandro) estiveram na recepção de chegada do o Presidente Penpa Tsering do Governo Tibetano no Exílio.

Deixe um comentário

plugins premium WordPress